Réveillon de Copacabana terá seguro de R$ 10 milhões

Apólice foi fechada pela seguradora americana Liberty e pela Aon, maior corretora de seguros do mundo

Fonte: Altamiro Silva Júnior, da Agência Estado

Google imagem

SÃO PAULO – A festa da virada do ano em Copacabana terá um seguro de R$ 10 milhões. A apólice foi fechada pela seguradora americana Liberty e pela Aon, maior corretora de seguros do mundo.

A apólice cobre danos causados ao público, artistas, montagem do palco e eventuais problemas com fogos de artifício, entre outros incidentes. Entre os shows que vão acontecer na virada do ano na praia de Copacabana, está o da cantora baiana Daniela Mercury.

O seguro foi contratado pela SR Com, empresa responsável pela organização do evento, que deve reunir mais de dois milhões de pessoas.

Segundo a Aon, que também trabalhou como consultora de riscos para o seguro do réveillon carioca, a apólice foi estruturada com base na análise de risco do projeto e nas exigências contratuais das empresas patrocinadoras (Petrobrás, Bradesco, Coca Cola, Oi e EBX).

Anúncios

Medida provisória fixa novo mínimo em R$ 540 em 2011

Definição desse valor é positiva para economia, porque evita um aumento forte no déficit da Previdência e preserva o poder de compra do piso salarial do país, diz Mantega.

Fonte:AE – Agencia Estado

SÃO PAULO – O salário mínimo no Brasil passa a ser de R$ 540, conforme a medida provisória (MP) 516 assinada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União. A publicação confirma as declarações dadas ontem pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, que informou que o presidente havia assinado a medida provisória do salário mínimo em R$ 540 para 2011.

Ontem, Mantega salientou que a definição desse valor é positiva para economia, porque evita um aumento muito forte no déficit da Previdência e, ao mesmo tempo, preserva o poder de compra do piso salarial do país que, segundo ele, teve o maior crescimento da história nos últimos oito anos. “Com um mínimo de R$ 540, não teremos pressão tão grande na Previdência, o que ajuda no equilíbrio fiscal”, disse Mantega.