Falta mão de obra no “chão de fábrica” no Brasil

Fonte: Folha.com

Primeiro faltavam engenheiros, profissionais de finanças e executivos multilíngues com MBA no exterior. A escassez de mão de obra agora chegou ao chão de fábrica, informa reportagem de Toni Sciarretta para a Folha (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

Com o desemprego em 5,7%, o menor já registrado pelo IBGE, serviços “intensivos em mão de obra” –construção, supermercados, restaurantes, telemarketing, bancos– têm dificuldade para selecionar pessoal até nos níveis iniciais de carreira.

Em São Paulo, faltam mestres de obra, eletricistas, operadores de call center, caixas de supermercado, atendentes de redes de fast food, vendedores de lojas de shoppings, entre outros profissionais até então abundantes.

Neste ano, 97% das categorias profissionais que negociaram salários tiveram reajuste acima da inflação no país, segundo o Dieese.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: