Após receber prêmio, Lula critica guerra cambial promovida pelos EUA

Fonte:  PEDRO SOARES – Folha.com

 Presidente da Câmara de Comércio França Brasil  François Dossa entrega prêmio de  personalidade França-Brasil ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva .

Ao receber o prêmio de personalidade França-Brasil de 2010, na noite desta sexta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez duras críticas à guerra cambial promovida pelos EUA, que, segundo ele, não pode contar com a concordância do Brasil.

“Nós não podemos concordar com a guerra cambial que os Estados Unidos estão fazendo para resolver seus problemas de déficit fiscal, sem se importarem com o que está acontecendo em outros países do mundo que dependem do dólar [moeda internacional que lastreia as reservas cambiais de quase todos os países]”, disse Lula, que recebeu o prêmio em jantar no  Palácio Laranjeiras, residência oficial do governo do Rio.

Em clara referência aos EUA, Lula afirmou que conhece um “país no mundo que não estava habituado a ser contestado”. Segundo o presidente, esse país queria apenas que o Brasil e outras nações em desenvolvimento participassem de fóruns internacionais “apenas para dizerem amém.”

“Esses temas [como o da guerra cambial] eram proibidos e nós queremos discuti-los.”

Para Lula, o Conselho de Segurança da ONU é um “clube fechado” que reúne os cinco maiores exportadores de armas do planeta.

“Nós sabemos que é um clube fechado: são cinco países. E, por coincidência, os cinco países que mais exportam armas no mundo e os cinco países, portanto, responsáveis pela paz no mundo. Há uma contradição histórica. É só a gente assistir ao filme ‘O Senhor das Guerras’ [na verdade, o título, em português, é ‘O Senhor das Armas’] para a gente entender o que acontece no mundo.”

O presidente disse ainda que a representação dos países no Conselho de Segurança da ONU não reflete a realidade atual. “Tudo mundo sabe que o Conselho de Segurança da ONU está ainda com a representação de 60 anos atrás, quando a geopolítica não tinha nada a ver com a geopolítica atual.”

Lula criticou ainda a postura de países contrários à entrada do Brasil no Conselho de Segurança da ONU e ressaltou que a França defendeu, desde o primeiro momento, o pleito brasileiro.

“A partir de uma relação forte que nós estabelecemos com a França é que a gente pode ouvir do governo francês o primeiro discurso que o Brasil tinha de participar do Conselho de Segurança da ONU como membro permanente.”

Lula recebeu a premiação da Câmara de Comércio França Brasil. A cerimônia contou com a presença da ministra da Fazenda da França, Christine Lagarde. O presidente francês, Nicolas Sarkoky, gravou uma mensagem para Lula, apresentada em um telão.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: