Em dia de bom humor mundial, Bovespa sobe e atinge maior patamar desde maio de 2008

Fonte: EPAMINONDAS NETO – Folha.com  

As principais Bolsas de Valores tiveram um rodada de fortes ganhos na jornada desta quinta-feira. A injeção bilionária de recursos anunciada ontem pelo banco central americano animou os investidores, após a recepção “fria” da sessão anterior. Entre as ações brasileiras, os papéis dos bancos e de empresas baseadas em commodities (que subiram com força), tiveram altas entre 2% e 3%, puxando a recuperação da Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), em seu quarto dia consecutivo “no azul”.

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa paulista, teve alta de 1,52% no fechamento, aos 72.995 pontos. Nesse pontuação, a Bolsa se aproxima de seu patamar recorde (73.516 pontos, registrados no dia 20 de maio de 2008).

O giro financeiro foi de R$ 7,86 bilhões. Nos EUA, o índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, subiu 1,96% no encerramento das operações.

Na Europa, as Bolsas mais importantes atingiram seus maiores preços dos últimos sete meses. Em Londres, o índice FTSE avançou 1,97%, enquanto o Dax, da praça de Frankfurt, recuperou 1,92%.

“Hoje parece que houve um efeito ‘atrasado’ daquele anúncio do “Fed’, que o mercado avaliou melhor. No caso da Bolsa brasileira, o que também ajudou a alta foi a declaração do ministro Mantega [Fazenda], apontando para um crescimento do PIB de 8%”, comenta Ivanor Torres, chefe do departamento de análise da Geral Investimentos.

“Agora, a Bolsa está muito próxima do patamar recorde. Nós realmente achamos que o mercado pode romper essa máxima histórica, mas a partir desse ponto, nós entramos numa ‘zona perigosa’, que vai exigir mais cuidado do investidor”, acrescenta. “Nós temos recomendado aos clientes que sempre trabalhem com ‘stop loss’ [limite de perdas]”.

O dólar comercial recuou para R$ 1,678, em seu maior “tombo” (1,35%) desde junho. Os preços da moeda americana oscilaram entre R$ 1,690 e R$ 1,677.

Para profissionais do setor financeiro, é praticamente certo que o governo deve lançar novas medidas para conter a desvalorização cambial.

‘Com certeza, tem alguma medida ‘no forno’. O dólar caiu demais hoje, voltando para R$ 1,67. Acho que tem espaço, inclusive, para alguma realização amanhã, voltando a oscilar entre R$ 1,68 ou R$ 1,69′, comenta Glauber Romano, analista da Intercam Corretora. ‘O governo está estudando alguma nova medida, mas que ele vai tomar muito cuidado, para não por a perder toda a credibilidade que conquistamos nesses últimos anos’, acrescenta.

ECONOMIA MUNDIAL

Sondagem do instituto Markit indicou uma contração do setor de serviços nos países da zona do euro. O índice elaborado por esse instituto, e que reflete o nível de atividade de milhares de empresas, caiu de 54,1 em setembro para 53,3, a pontuação mínima em oito meses.

O BCE (Banco Central Europeu) manteve a taxa básica de juros para os países da zona do euro em 1%, sem surpreender o mercado financeiro. O juro primário é mantido nesse nível desde maio de 2009.

O Departamento de Trabalho dos EUA comunicou que os pedidos iniciais pelos benefícios do auxílio-desemprego atingiram o montante de 457 mil até a semana do dia 30 de outubro, em um aumento de 20 mil solicitações em relação ao número imediatamente anterior. O aumento foi maior do que o esperado por economistas do setor financeiro (consenso em 11 mil).

BRASIL

O IBGE registrou uma queda de 0,2% no nível da produção industrial brasileira em setembro ante agosto. Em relação a setembro de 2009, a produção industrial cresceu 6,3%. No acumulado dos últimos 12 meses, o indicador registra alta de 11,2%.

A Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) apontou uma inflação de 1,04% em outubro ante 0,53% em setembro, no município de São Paulo, pela leitura do IPC (Índice de Preços ao Consumidor).

EMPRESAS

A Unilever, gigante americana de bens de consumo, registrou um lucro líquido de 1,34 bilhão de euros (US$ 1,88 bilhão), ou 0,43 euro por ação, pouco acima das expectativas do setor financeiro (0,41 euro por ação).

E o banco francês BNP anunciou um lucro líquido de 1,9 bilhão de euros (US$ 2,7 bilhões) no terceiro trimestre, o que significa um aumento de 46% na comparação anual, acima da média das previsões do setor financeiro. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: