Candidatos à Presidência votam acompanhados por aliados

Petista foi a 1ª a votar e esteve acompanhada de Tarso Genro, eleito no RS.
Serra votou por volta das 11h30 ao lado de Alckmin, Aloysio e Kassab.

Fonte: G1

    

Os dois candidatos à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT) e José Serra (PSDB), votaram neste domingo acompanhados de aliados. A petista deve acompanhar a apuração em Brasília, e o tucano, em São Paulo.

Dilma foi a primeira a votar. A petista esteve numa seção eleitoral em Porto Alegre por volta das 9h, acompanhada do governador eleito, Tarso Genro (PT).

Em seguida ela foi para a casa da filha, que fica a poucos metros do local de votação, e ficou lá por cerca de duas horas e meia. Pouco antes das 12h, ela deixou o local.

O presidente nacional do PMDB e da Câmara dos Deputados, Michel Temer (SP), candidato a vice-presidente na chapa de Dilma votou no final da manhã em São Paulo. Ele disse que estava “bastante animado” com o “exercício da democracia” e com a “perspectiva da vitória”.

       

Serra votou na capital paulista, por volta das 11h30, ao lado da mulher, Mônica, da filha Verônica, do governador eleito em São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), do atual governador, Alberto Goldman (PSDB), do senador eleito Aloysio Nunes (PSDB) e do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM).

Serra ficou cerca de 30 segundos na urna e posou pra fotos depois de votar.

O candidato a vice-presidente na chapa de Serra, o deputado Indio da Costa (DEM-RJ), votou às 8h40 em uma universidade particular na Gávea, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Com o adesivo de Serra colado no bolso do paletó, o candidato a vice criticou pesquisas de intenção de voto e se mostrou confiante na vitória do tucano.

“Podem ter certeza que as pesquisas estão erradas e não existe essa diferença de 10, 12 pontos. É muito diferente disso. Acredito em uma reviravolta. Independente de quem ganhe, acredito que será por poucos votos, uma diferença apertada”.