Brasil lidera ranking de lançamento de ações no ano, diz Ernst & Young

Fonte: Folha.com

A captação de recursos por meio de IPOs (Oferta Pública Inicial, na sigla em inglês) cresceu no terceiro trimestre deste ano em todo o mundo, mesmo com a volatilidade do mercado registrada nos últimos meses, aponta levantamento da consultoria Ernst & Young.

De acordo com o relatório, os IPOs levantaram um total de US$ 52,7 bilhões entre julho e setembro, com 286 operações. No trimestre anterior, 311 IPOs geraram US$ 46,8 bilhões. Já no Brasil, o ritmo foi afetado por conta da capitalização da Petrobras e foi registrada apenas uma operação no período, no valor de US$ 91 milhões.

Entre janeiro e setembro, porém, o mercado de ações brasileiro lidera o ranking em número de operações –nove no período–, com valor acumulado de R$ 4,18 bilhões –também o maior da lista. Além disso, o país responde por boa parte do total latino-americano dos primeiros três trimestres, de US$ 4,95 bilhões em 16 operações.

“O mercado brasileiro estava em compasso de espera, aguardando a Petrobras para avaliar o apetite das compradoras. A expectativa é que o fim da capitalização destrave a fila. Até o fim do ano, são esperadas três ou quatro novas operações no país”, afirmou Paulo Sergio Dortas, sócio da área de IPOs da Ernst & Young Terco.

A consultoria aponta que, mesmo em meio à cautela dos investidores com a recuperação da economia global, 84% das transações mundiais no período atingiram o volume que pretendiam. Os IPOs nos primeiros nove meses de 2010 –US$ 152,7 bilhões levantados em 888 operações– já superam o total do ano passado (US$ 112,6 bilhões em 577 negócios).

EMERGENTES

O crescimento das operações foi influenciado pelos mercados asiáticos no trimestre. A abertura de capital do Agricultural Bank, da China, somou US$ 22,1 bilhões, –o maior IPO da história– respondendo por quase metade (42%) do total de fundos levantados globalmente no trimestre.

As emissões asiáticas respondem por 83% do volume total em dólares (US$ 43,8 bilhões em 173 operações) no terceiro trimestre. Apenas na China é responsável por 76% do levantamento de recursos no mundo (US$ 40,1 bilhões em 110 negócios, um aumento de 147% em relação à soma total do segundo trimestre).

Além disso, os mercados emergentes foram responsáveis por metade dos 20 maiores IPOs no terceiro trimestre. Todos esses negócios aconteceram na Ásia: China (8), Indonésia (1) e Índia (1). A outra metade foi proveniente de mercados desenvolvidos: Estados Unidos (3), Reino Unido (2), Canadá (2), Holanda (1), Alemanha (1) e Austrália (1).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: